nome blog

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Luz do mundo?



Uma das maiores barreiras encontradas por Jesus em Seus seguidores foram suas opiniões preconcebidas. Os discípulos prestavam pouca atenção no estava sendo dito por Ele caso aquilo não estivesse de acordo com suas próprias ideias. Como por exemplo, mesmo após a ressurreição em que Jesus passou 40 dias com os discípulos falando sobre a ressurreição e o reino de Deus, o assunto que ainda predominava na mente deles eram discussões políticas, se Jesus finalmente venceria os romanos (At 1:6). 

Os discípulos passaram cerca de três anos e meio com o maior professor que o mundo já conheceu e ainda assim, tinha muitas noções erradas que precisavam desconstruir.
Quantas vezes isso também acontece conosco. Naquele tempo eles andavam com jesus, podiam vê-lo, tocá-lo. Presenciaram seus milagres e sermões, mas como nós, eles eram humanos e também erraram. Muitas vezes deixaram de crer. O negaram. Nós travamos várias batalha diariamente, é disso que se trata o grande conflito. 

Cair, se ferir, não ter forças, não levantar, desistir. 





É nesse momento de Cristo nos diz "A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza." 2 Coríntios 12:9 Ele nos separou, nos escolheu para ser diferente enquanto o mundo dita o próprio padrão, somos considerados loucos. E se os loucos forem os que se acham tão normais? Tenha orgulho de ser diferente. 

Erga-se, não se fira, seja forte, não desista, não se renda. Lute para vencer! 

Quando Jesus diz em Mateus 5:14 "vós sois a luz do mundo" Ele não quis dizer "olha, se você quiser, brilhe" ou "pode escolher brilhar ou não". 
Ele afirmou! Nós somos a luz do mundo. Que certeza mais linda! Permita-se brilhar e que de você só saiam coisas boa. Liberte-se de ideias que te cegam e enxergue, aceite as palavras de Jesus. Palavras de paz, de amor.


domingo, 19 de junho de 2016

A Perspectiva do Olhar de Deus


Lugares floridos sempre são mais belos e cheios de vida. Ambientes agradáveis como esse, sempre nos revitaliza, além de fazer um excelente bem a nossa saúde. Assim é Jesus conosco, nos transforma completamente e nos faz olhar com uma nova perspectiva as situações, as pessoas, o nosso interior, os nossos propósitos e tudo mais. O mesmo ocorreu com Saulo a caminho de Damasco, foi surpreendido por Deus que o questionou porque o perseguia e perdendo assim a visão, pode passar a ver tudo claramente. Um pouco contraditório? Saulo pode ver quem realmente Jesus era além de encher- se do Espírito Santo, como está escrito em Atos:

“Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo” (Atos 9:17)

Após retomar a visão, logo começou a pregar nas sinagogas que Jesus é o Filho de Deus e a bíblia conta que todos ficavam perplexados com a mudança radical de Saulo. Impressionante, não é? Cristo tem o poder de moldar nosso ser, fazendo com que nos tornemos pessoas melhores e sem preconceitos.


Hoje em dia, muitas das vezes procuramos fazer o que é melhor aos nossos próprios olhos e a maioria das vezes as coisas não vão bem quanto pensamos no início. Deus nos ama e por isso, nos concede o livre arbítrio para que possamos escolher a nossa vontade ou cumprir à vontade Dele. Quando cumprimos a vontade de Cristo, estamos olhando as coisas de acordo com a perspectiva Dele, logo nosso interior passa a ser o Jardim secreto do Espírito Santo, onde as flores são regadas com oração e a bíblia que nos instrui com sabedoria, como afirma o rei Salomão em Provérbios 3:17:

“Os caminhos da sabedoria são caminhos agradáveis, e todas as suas veredas são paz. ”

Seguir a Jesus nem sempre é fácil, mas quando estamos dispostos a tirar as vendas que o mundo nos coloca, temos um novo olhar e assim podemos ver qual o caminho que leva aos propósitos do Pai Celestial. Não importa quem sejamos, Deus sempre se importa com o seu bem-estar, como se sente hoje? Caso não esteja bem, o que tem feito para viver melhor com os outros e consigo mesmo? Está disposto a enxergar conforme a perspectiva de Jesus? Caso a resposta seja sim, quebrante-se diante do Senhor Jesus com o teu melhor, derrame a tua essência no altar, Ele transbordará o teu ser com Graça, sabedoria vinda dos céus e fará do teu coração um jardim secreto. Deixe que as flores da sabedoria cresçam e perfume o teu ser, deixe que Jesus cuide desse jardim, deixe que a tua essência seja como a oferta mais pura e mais agradável, deixe que Ele faça da tua vida um diferencial, que não se iguale as etiquetas estipuladas pelo mundo, mas que tenha o selo real de Deus. E agora repita comigo:

A tua Graça abundante Jesus, me basta e não importa o que o mundo pense, eu escolho viver para Ti, habitar no teu santuário e ainda que pareça loucura para o mundo, eu escolho viver de acordo com o Teu olhar de Amor, pois tu me amaste primeiro! Que a minha vida seja conforme a perspectiva do Teu olhar, o melhor diferencial em mim.





quarta-feira, 15 de junho de 2016

A legítima alegria

Um coração quebrantado que se abre para o mover do Senhor nunca mais voltará ao seu estado inicial, desde que não se feche para esse mesmo maravilhoso mover. Que mover é esse? É a ação sobrenatural do Espírito Santo no mais íntimo do ser, que começa muito antes de confessarmos nossa fé em Cristo, pois é Ele quem nos convence do pecado e que nos move a fazer essa importante escolha.
A primeira ação deste mover sobrenatural dentro de nós é uma explosão de alegria tão forte que precisa ser extrapolada, de maneiras variadas, mas a alegria, essa é indizível, é ilimitada. Se permitirmos a continuidade desta ação, seremos seguidos pela alegria em todos os momentos de nossa vida. Será que isso significa que seremos felizes para sempre como as promessas dos contos de fadas, que nada de ruim nos acontecerá ou que teremos uma vida perfeita e sem dor aqui na terra? Definitivamente não! Significa que a vida com Cristo é árdua, que no mundo teremos aflições, mas que devemos ter bom ânimo, ou seja, persistir e seguir na alegria, pois não estamos nem estaremos mais sozinhos. Essa é uma promessa do próprio Jesus:


Essa alegria é o que nos mantém firmes, porque sabemos que ainda que passemos por situações que fujam totalmente do nosso controle e do nosso entendimento, continuam sob o controle do Deus Vivo.
"Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos" II Coríntios 4:7-9
Notem que Paulo, neste trecho da epístola aos coríntios, em nenhum momento disse que a vida seria um "mar de rosas", mas deixa bem claro que "em tudo seríamos atribulados, mas não angustiados". Significa dizer que a todo momento seríamos expostos a situações que poderiam nos deixar atribulados, perplexos, perseguidos ou abatidos, mas que a angústia, o desânimo, o desamparo e a destruição não seriam um estado permanente em nossas vidas. Por isso mesmo é que Paulo nos aconselha em sua carta aos Filipenses:
"Tenham sempre alegria, unidos com o Senhor! Repito: Tenham alegria!" Filipenses 4:4.
Pode até parecer impossível estar alegre em momentos de aflição. Aos olhos humanos realmente é. E quanto mais assumimos que estamos fracos e nos conformamos com essa situação como se ela fosse imutável, seremos facilmente derrotados e vencidos pelos problemas e circunstâncias. Mas se formos olhar de uma forma mais atenta, com os olhos da fé, veremos que ainda na aflição, a alegria permanece acesa em nossos corações como uma chama que luta contra o vento que tenta apagá-la, sem sucesso. E qual é o combustível que mantém a chama da alegria acesa? É a esperança, que só é possível ter quando estamos com os nossos olhos (ouvidos e coração) voltados para Cristo, que é capaz de acalmar até a mais terrível tempestade.
" Levanto os meus olhos para os montes, de onde me virá o socorro?
  O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra." Salmo 121:1-2.
 A legítima alegria brota de um coração quebrantado que se derrama na presença do Senhor e ganha o entendimento de que "a graça do Senhor nos basta". E essa alegria perpassa qualquer entusiasmo de origem humana, porque não é apenas uma alegria de alma e sim de espírito.
E manter a chama da alegria acesa depende também do nosso empenho em combater a incredulidade, o desânimo e a desconfiança sempre que eles pensarem em esmagar a sua fé. A chama vai se tornando mais intensa , quando, diante de uma situação contrária, você decide confiar em Deus. Cada vez que você afirma dentro de si: "Eu sei em Quem eu creio. Eu sei que não estou desamparado.  Eu sei que o Todo Poderoso está comigo, então não temerei." Você está permitindo que a alegria do  Senhor invada o seu ser.

"Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide;ainda que decepcione o produto da oliveira e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação." Habacuque 3:17-18
Ao contrário do que muitos acreditam, ser cristão não é ser uma pessoa fechada, carrancuda, e que dificilmente dá um sorriso. Muito pelo contrário, como cristãos devemos ser alegres em gratidão ao presente mais valioso que pode existir: uma vida com Deus e a salvação!
"Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força" Neemias 8:10c
Lembre-se: Cada vez que você escolhe se alegrar no Senhor, Ele se alegra de você e lhe dá força!





terça-feira, 14 de junho de 2016

SUS ou UNIMED?



O que eu tenho pra dizer hoje não é muita coisa. Tenho visto por esses tempos uma crescente massa cristã manifestando-se sobre alguns assuntos "polêmicos" e envolvendo-se em escanda-los. Eu sinto uma vergonha e tristeza tão grandes diante disso. As pessoas têm gastado tanto tempo e energia protestando e criando discursos que apoiam a sua própria hipocrisia, ao invés de seguir os simples conselhos e exemplos que Jesus nos deixou. Ele nos ensinou sobre um reino em que as pessoas não são convertidas por ameaças como "se você não parar de fazer isso vai para o inferno", porque ninguém deve seguir a Cristo por medo, mas sim de bom grado. 


O próprio Jesus nos alertou que por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriaria (Mateus 24:12), e isso tem acontecido não só no mundo lá fora, mas no nosso meio. Há alguns anos atrás quando eu dizia às pessoas que eu era cristã, isso era sinônimo de paz. Quando alguém tinha algum problema, me procurava para pedir conselhos, oração. Hoje em dia, quando eu digo que sou cristã, os outros associam isso a ódio, preconceito. Não por causa de uma imagem que eu criei de mim, mas por causa de um cristianismo deturpado que vem sendo pregado nas mídias.

Precisamos parar de julgar as pessoas por terem pecados diferentes dos nossos. 

Em Marcos 2, a partir do verso 15, conta-nos o episódio em que Jesus estava na casa de Levi, assentado a mesa juntamente com seus discípulos, publicanos e pecadores "porque estes eram em grande número e também o seguiam". Esse Jesus aprontou cada uma, deixou tanta lição para nós. E se Ele dissesse "não vou sentar aqui não com esse povo relento, eu sou santo", já pensou? Quantas vezes NÓS dissemos isso? Ainda nesse contexto, perguntaram aos discípulos "Por que come [e bebe] ele com os publicanos e pecadores?" e Jesus, ouvindo isso, respondeu "Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento”.



SUS ou UNIMED? A igreja é sim um hospital, muitas vezes, só liberamos a entrada de quem tem UNIMED, PLANSUL, mas aqueles que não tem condições de ter um bom plano de saúde, os que realmente precisam ser saciados, nós largamos em enormes filas de espera. Nosso foco precisa mudar de não se contaminar com o mundo para contaminar o mundo com Jesus. O sangue derramado na cruz foi por todos nós. Que tenhamos uma vida preenchida não por algo, mas por alguém.



sexta-feira, 10 de junho de 2016

Trazendo a memória o Amor de Cristo

Há momentos na nossa vida que é preciso trazer a memória, o quão Jesus é maravilhoso e como as coisas que Ele tem a nos oferecer são melhores que os banquetes do mundo. O jovem profeta Daniel, foi a prova disso, escolheu ser íntegro e fiel a Deus, sempre se voltando e engrandecendo o nome Dele, como denota os versículos:

“Louvado seja o nome de Deus para todo sempre; a sabedoria e o poder a ele pertencem. Ele muda as épocas e as estações; destrona reis e os estabelece. Dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos que sabe discernir. ” Daniel cap. 2 vers. 20 ao 21




Louvar ao Senhor é uma maneira de trazer a memória a importância de Deus no centro de nossas vidas. Mas como assim trazer a memória? Ora, estamos cercados por mudanças a todo tempo, muitas das coisas que acontecem no mundo podem agradar aos olhos humanos, mas aos olhos de Deus não. Quando buscamos a Deus de todo coração e fazemos do nosso interior o jardim secreto do Espírito Santo, estamos trazendo a memória a importância sublime e esplêndida Dele em nossas vidas, pois como afirma Pedro:
“Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. ”2 Pedro cap1 vers. 3.

Ao decorrer do capítulo 1 o apóstolo Pedro ainda discorre sobre a importância de acrescentarmos a nossa fé a virtude, essa ao conhecimento e tantos outros frutos do espírito. Sei que que muitos afirmam: “Devemos aproveitar a vida”. Mas nas entrelinhas dessa mesma frase, tem-se as consequências de aproveitá-la de maneira inadequada, ou sábia aos nossos próprios olhos. Precisamos, necessitamos do despertar de Deus em nossas vidas, não importa o tempo, nem a hora, nem minuto, nem segundo, é importante nos aproximarmos do nosso Criador, trazer a memória o quanto Ele tem feito por nós. Será que temos sido gratos?  E a nossas atitudes perante o mundo, as pessoas como estão? Estamos sendo íntegros e fiéis a Cristo? Se as respostas para tais perguntas pousaram em um plano negativo, chegou a hora de revermos nosso terreno, não vamos deixar que se encha de entulho, vamos trazer a memória Cristo, colocá-lo como centro das nossas ações, praticarmos bondade e amor ao próximo, os nossos vizinhos, parentes, amigos, todos precisam disso. Vamos trazer à tona o amor de Cristo!

Ter atitudes revestidas de graça é compartilhar luz por cada canto escuro, trazendo a memória o amor de Cristo por todos nós, pois Ele nos amou primeiro!



quinta-feira, 9 de junho de 2016

Examine-se e revista-se de amor!

Há uns dias atrás, navegando no Youtube, um vídeo me chamou atenção. Nele, um homem fez um experimento social para testar o "nível de discriminação" dentro das igrejas. Primeiramente, foi nas três bem vestido e conseguiu entrar, depois, foi caracterizado de mendigo e só conseguiu ter acesso a uma. Segue o vídeo: 


Não pretendo discutir o comportamento da igreja "A", "B" ou "C", nem fazer julgamento de valor colocando "A" acima de "B" ou de "C" ou vice-versa. O que me chocou verdadeiramente nesse vídeo foi o seguinte: todas as três são igrejas que tem a Bíblia e o Evangelho como base (salvo que em uma ele conseguiu entrar vestido de mendigo). Então, por que no vídeo não vimos o Evangelho sendo posto em prática? 
Na Palavra de Deus está escrito claramente em Tiago 2:1-9 o seguinte:
1. Meus irmãos, vocês que creem no nosso Senhor Jesus Cristo, nunca tratem as pessoas de modo diferente por causa da aparência delas.
2. Por exemplo, entra na reunião de vocês um homem com anéis de ouro e bem vestido, e entra também outro, pobre e vestindo roupas velhas.
3. Digamos que vocês tratam melhor o que está bem vestido e dizem: "Este é o melhor lugar; sente-se aqui", mas dizem ao pobre: "Fique de pé" ou "Sente-se aí no chão, perto dos meus pés."
4. Nesse caso vocês estão fazendo diferença entre vocês mesmos e estão se baseando em maus motivos para julgar o valor dos outros.
5. Escutem, meus queridos irmãos! Deus escolheu os pobres deste mundo para serem ricos na fé e para possuírem o Reino que ele prometeu aos que o amam.
6. No entanto, vocês desprezam os pobres. Por acaso, não são os ricos que exploram vocês e os arrastam para serem julgados nos tribunais?
7. São eles que falam mal do bom nome que Deus deu a vocês.
8. Se vocês obedecerem à lei do Reino, estarão fazendo o que devem, pois nas Escrituras Sagradas está escrito: "Ame os outros como você ama a você mesmo."
9. Mas se vocês tratam as pessoas pela aparência, estão pecando, e a lei os condena como culpados.
Uma coisa que me incomodou muito nesse vídeo foram os comentários postados no site. Comentários do tipo:"Se fosse na minha igreja não aconteceria isso" ou "se ele fosse em uma igreja menor com certeza seria bem recebido" ou "se fosse em tal religião isso nunca aconteceria" ou ainda "é por essas e outras que eu não sou cristão" e por aí vai... 
Esse tipo de comentário deveria incomodar a qualquer um que crê no Evangelho. Por que? Simples, porque eles demonstram o quanto a religiosidade tem sido mais vivenciada do que o AMOR. O quanto estamos cheios de doutrinas, julgamentos e vazios de amor. Podemos perceber que as mãos estão estendidas, mas para apontar e julgar ao invés de ajudar. Cristo nos ensinou o AMOR e não a religião. Todos os 10 mandamentos podem ser resumidos em uma palavra e essa palavra é AMOR. Lá em 1 Coríntios 13:4-7 temos que : 
"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."
Todos os que confessam a sua fé em Cristo devem buscar verdadeiramente ser a manifestação dos atributos do amor aqui na Terra. Sem isso, estaremos vivenciando muito a religião e menos de Deus.
Tem uma frase que ouvi em uma música e me marcou muito: "se não houver amor, não adianta cumprir regra." Enquanto colocarmos as doutrinas antes do amor nunca chegaremos a amar o nosso próximo como a nós mesmos.


Depois de assistir ao vídeo, também fiquei a me indagar: "O quão diferente eu sou daquelas pessoas?" "Será que não há momentos em que eu faço acepção de pessoas?" Ou ainda: "Será que eu tenho amado ao meu próximo verdadeiramente?" Não digo apenas em uma situação semelhante à do vídeo, mas também em qualquer outra que venha a surgir na vida.
Com essas indagações, pude perceber que como ainda estou no começo da minha caminhada de fé, ainda tenho muito no que melhorar, muito o que mudar e muito a ser aperfeiçoado por Deus. Agora, eu te faço essas mesmas perguntas: 
"O quão diferente você é das pessoas que rejeitaram o 'mendigo'?"
"Existem momentos em que você faz acepção de pessoas?"
"Em quais?"
"Você tem amado verdadeiramente ao próximo?"

 Por favor, reflita!


Peço a Deus que encha nossos corações de amor para que possamos transbordar este amor a todos que estão à nossa volta e que possamos realmente ser reflexos da grandiosidade do amor de Deus.
Deixarei aqui uma canção, que a cantemos como uma oração.


 
Layout criado e codificado para o blog S de sarah | Cópia proibida © 2015