livros category image
29.12.2016

Resenha: A Busca

Olá, gente bonita!

Finalmente eu trouxe para vocês a resenha de um livro que recebi há algum tempo da editora Bvbooks.

Sinopse: Um único telefonema lançou a jovem Emma Seeger, de 23 anos, em uma longa jornada que se tornou mais perigosa e cheia de consequências do que ela poderia imaginar.
Sua madrasta, Katya, a mulher que evangelizou seu pai, casou-se com ele, e o levou para Israel, liga para informar que Daniel foi sequestrado. Após os recentes esforços para encontrá-lo fracassarem, Emma embarca numa busca repleta de aventura, frustração e perigo em companhia de sua madrasta, cuja fé lhe causa repulsa e ao mesmo tempo intriga.
Suas incompatíveis personalidades e convicções podem pôr em risco o sucesso do seu objetivo em comum: encontrar Daniel e trazê- -lo em segurança para casa.
Como, mesmo com Daniel desaparecido, Katya continua lendo a Bíblia? Existe veracidade nos fatos narrados pela Bíblia? Katya mostra onde aconteceram diversas situações narradas na Bíblia, apontando para Emma o quão fiel a Palavra de Deus é.
Com aventura e emoção do início ao fim, enredo envolvente, e relatos jornalísticos sobre acontecimentos. O livro é indicado tanto para cristãos antigos na fé, como novos convertidos e não cristãos.

 

Nome do Livro:  A Busca       Título Original:  The Quest

Autor:  Sean  McDowell e Bob Hostetler     Editora:  Bvbooks

Número de Páginas: 323       Gênero: Ficção cristã / Suspense         Skoob: Adicione

Onde comprar:  Saraiva | Submarino | Americanas

 

Resenha: A Busca narra a história de Emma, uma jovem de 23 anos que mora nos Estados Unidos, e viaja até Israel para tentar encontrar seu pai que foi sequestrado. Entre tantos conflitos religiosos que ocorrem entre Israel e Palestina, Emma ainda deve aprender a lidar com a sua madrasta, uma mulher cristã, que foi responsável por evangelizar seu pai e levá-lo até aquele lugar.

Do meio do livro em diante, é possível perceber a intolerância religiosa disfarçada por parte da personagem principal, e temos a abordagem de outros assuntos como depressão, estrupo, sequestro e assassinato, além de nos possibilitar uma experiência de imersão em uma cultura bem diferente, já que a maioria dos livros se passam na Inglaterra e Estados Unidos.

Achei no livro, um material bem rico para estudo, principalmente para cristãos, porque contém muitas referências bíblicas já que o cenário principal é Israel. Também encontramos diversas referências a livros conhecidos em todo o mundo e a autores como Stephen King. Gosto disso, porque mostra que os autores estudaram bastarem e tiveram muito cuidado ao escrever cada parte do livro.

Um ponto interessante que achei, comparando com outro livro/filme cristão que bombou, é que em Deus Não Está Morto 1 — ainda não assisti o 2 completo — é relativamente fácil, convencer o outro de que Deus existe, e em A Busca, encaramos isso de um modo mais realista.

O livro tem esse suspense que prende a atenção do leitor e só o permite parar de ler quando realmente acaba, e possui fatos científicos e reais que comprovam a existência de Cristo. Além disso, a leitura é fluida e possui várias lições que agrega a nossa vida, por exemplo demonstrar amor enquanto há tempo além de mostrar que na fraqueza, o poder de Deus se aperfeiçoa.

Apesar das folhas brancas, a diagramação possui tamanho da fonte e espaçamento agradáveis para a leitura prolongada, e conta com orações frequentes, rápidas e sinceras escritas pela Katya, madrasta da Emma. O único ponto negativo, para mim, foi a fonte usada nas orações de Katya, é uma fonte cursiva e um pouco complicada de entender.

Avaliação: 
Quotes:

“Ele me ensinou a subir em árvores, andar de bicicleta, dirigir, esquiar e dançar. Ele me ensinou tudo que era importante e nunca me ensinou a acreditar em Deus. Ele dizia que era como o álcool ou drogas — intensifica a personalidade.”

“Mas quanto mais aprendemos sobre os fósseis, mais nos damos conta de como o registro deles foi cruel com Darwin — na verdade, eles diminuíram a sua teoria. Diminuíram tanto, que acabaram gerando uma teoria chamada ‘equilíbrio pontuado’, que tenta reparar a descontinuidade.”

“Eu fiz a mesma coisa que Jó e seus amigos fizeram. Eu fui a juíza de deus. E isso é absurdo, porque, se eu sou capaz de julgar Deus, Ele não é Deus —, eu sou!”

*esse é um post de parceria, mas as opiniões expressas aqui demonstram a minha opinião real sobre o produto*


Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   
livros category image
26.12.2016

O Presente do Meu Grande Amor

Olá, gente bonita!

Nesse dia maravilhoso pós natal, resolvi trazer uma indicação de livro com contos natalinos que é um amor!  

O Presente do Meu Grande Amor, reúne 12 contos sobre Natal/Chanucá/dentre outras comemorações nesse período do ano. É um projeto organizado pela Stephanie Perkins e conta com autores conhecidos e outros nem tanto.

Não é segredo para ninguém que eu AMO o Natal, e quando vi esse livro na promoção da Saraiva por apenas 5 dinheiros, precisei adicionar ao carrinho!

Houve um conto que tive que abandonar na segunda página. Foi o conto da Kelly Link e fiquei muito irritada com a leitura, porque a cada frase a autora repetia o sobrenome da família. Quando cheguei na segunda página eu já estava cansada de tanto ler “os Honeywell”.
Existiram também outros dois contos que não gostei de jeito nenhum, quatro que foram razoáveis, e cinco que eu amei muito, então acho que pelo preço, valeu a pena. Com certeza, irei reler os meus favoritos em dezembro de 2017.

Títulos dos contos e seus autores:

Meias-noites – Rainbow Rowell
A dama e a raposa – Kelly Link
Anjos na neve – Matt de la Peña
Encontre-me na estrela do Norte –  Jenny Han
É um milagre de Yule, Charlie Brown – Stephanie Perkins
Papai Noel por um dia – David Levithan
Krampuslauf – Holly Black
O que diabo você fez, Sophie Roth? – Gayle Forman
Baldes de cerveja e menino Jesus- Myra McEntire
Bem-vindo a Christmas, Califórnia- Kiersten White
Estrela de Belém – Ally Carter
A garota que despertou o sonhador – Laini Taylor

Uma curiosidade bem legal que notei no decorrer da leitura, é que os casais de cada conto são representados na capa. Depois que descobri isso ficou difícil ler um conto, e deixar de identificar qual era o casal que representava aquela história entre os desenhados na capa.

Ficha técnica:

Nome do Livro: O Presente do Meu Grande Amor     Título Original: My True Love Gave to Me

Editora: Intrínseca     Número de Páginas: 352     Gênero: Contos/Romance     Skoob: Adicione


Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   
extras category image
20.12.2016

De casa e cara nova!

OLÁ, GENTE BONITA!!!

Finalmente depois de quatro meses sem posts, o blog está de volta de casa e cara nova!

Eu amava meu antigo layout, mas a plataforma blogger me dava algumas dores de cabeça, e com isso fui ficando super desmotivada para escrever e manter frequência de postagens. Logo em seguida comecei a estudar e trabalhar, aí juntou tudo e resultou na parada cardíaca que o SDS sofreu.

Mas graças às 13 temporadas de Grey’s Anatomy, eu aprendi a reanimar no ritmo de Stayin’ Alive, e aqui estamos nós: de cara e casa nova!

Deus foi muito bom comigo, e com o trabalho consegui juntar a grana para migrar para a plataforma WordPress e mudar a cara do blog para algo mais clean, que acompanha essa nova fase da minha vida adulta.  😛

Parafraseando minha amiga Caêssa em uma das muitas conversas produtivas que temos:

“Assim como nada é estático, às vezes a gente tem uma vontade louca de mudar, cortar o cabelo, trocar o layout. Fazer de algo bom, algo melhor”

Quis dar ao blog um ar de leveza e uma aparência mais profissional (gente, agora eu tenho até uma página de erro! Clica aqui para ver), e para isso, contei com a ajuda da Nuvem Hospedagem e da Laíza Cabral – Design e Desenvolvimento – os melhores profissionais WordPress que vocês amam e respeitam!

A Nuvem fez todo o processo de migração do blog, desde posts, fotos e comentários que estavam na plataforma blogger, até o domínio do SDS em menos de 24 horas. Eles são super prestativos, sempre que me desesperei, eles respondiam e me acalmavam em menos de 30 minutos. E por ~acaso~ descobri no twitter que se vocês pedirem cupom de desconto, eles te dão! Hahaha <3

tá, talvez nem tão por acaso assim.

Logo depois, eu e a Lai começamos o processo criativo. Ela é um amor de pessoa, entendeu até melhor que eu tudo que eu queria para o blog, e esse foi o resultado maraviss!!!

No conteúdo: quem me acompanha de antigamente, percebeu que dei uma enxugada nas categorias nesse novo layout. Fiz isso para focar em assuntos que tenho preferência em falar, e que eu observei que são os temas principais que trazem vocês ao blog.

Fora isso e vários outros detalhes, agora vocês podem assinar a newsletter e receber toda sexta no seu e-mail o que rolou durante a semana aqui no blog, e pode também acompanhar também as minhas leituras atuais, tudo ali do lado! Esses são de longe os melhores widgets da vida, vocês não acham? Tô apaixonadíssima neles.

O que vocês acharam dessa nova fase do SDS? Espero que gostem assim como eu! ♥


Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE