deus category image
29.01.2016

A importância de dar ouvidos aos conselhos

Olá gente bonita, que saudade!
 
De um tempo para cá tenho pensado muito nesse assunto, principalmente depois que ouvi no rádio a história de uma mulher que poderia ter tido um desfecho totalmente diferente (e melhor, diga-se de passagem!)SE ela tivesse ouvido aos conselhos que haviam lhe dado. E aquela história ficou na minha cabeça por dias e dias, não por possuir algo em especial, mas simplesmente porque as pessoas que a aconselharam a não iniciar aquele relacionamento eram pessoas que a amavam e costumavam apoiá-la em todas as situações. Eu disse TODAS as situações! E foi aí que iniciou o meu conflito interno: “se eram pessoas que a amavam e sempre a apoiavam, por que ela não considerou”? Será que não desconfiou que eles poderiam estar certos e ela errada? Eram pessoas que apenas queriam o bem dela, mas por algum motivo ela não compreendeu isso.
E eu posso até tentar imaginar os porquês. Talvez ela estivesse tão focada querendo que aquilo desse certo que não conseguiu aceitar a existência de outras possibilidades. Talvez por orgulho não tenha dado crédito, tenha pensado que apenas ela sabia o melhor para si. Talvez tenha se sentido ofendida e tenha alegado que essas pessoas estavam torcendo pelo seu fracasso. São muitas as possibilidades e essas são geralmente nossas reações quando nos deparamos com alguns conselhos, ora ouvimos, ora rejeitamos por não ser bem aquilo que queremos ouvir.
 
Primeira lição que aprendi com essa história: saber diferenciar quem nos dá o conselho é fundamental.Nem todas as pessoas realmente desejam o nosso bem e saber diferenciar essas daquelas que desejam é muito importante. Muitas vezes um conselho pode te empurrar em um precipício, outras vezes, pode ser uma escada que vai te tirar de lá. E saber quem é a pessoa que está te oferecendo essa escada vai influenciar no quanto deves dar ouvidos a ela.
 
Segunda lição: devemos sempre pensar no que nos foi dito. É preciso meditar, virar do avesso, desvirar, avaliar as possibilidades. Deve comparar com o que você pensa e se for diferente e lhe gerar dúvidas pode ser bom perguntar para outras pessoas de sua confiança a opinião a respeito.  E analise sempre. Não tem aquele ditado? “Se conselho fosse bom, não se dava,vendia!” Mentira. O que devemos é saber diferenciar o joio do trigo. O que é bom e agradável do que não é.
 
Terceira lição: nunca rejeite um conselho assim que ele for dado, seja de quem for. Às vezes eles podem não lhe indicar um bom caminho ou serem a melhor opção para você. Mas com certeza vão te revelar em quem você deve confiar. Pessoas confiáveis te darão conselhos que te levem para frente, que te tragam aprendizado. Pessoas não confiáveis te darão conselhos que te apontam apenas dois caminhos: fracasso e decepção (aprendizado também, mas nem todo mundo consegue aprender com os erros).
 
Deixo aqui outros provérbios que ressaltam a importância de dar ouvidos aos conselhos. E que não nos esqueçamos de que o melhor conselho vem do Senhor.
Tenham todos um bom final de semana e que Deus possa abrir a nossa mente para que possamos extrair o melhor do mar de conselhos.

Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   

  1.    Ariadne Nascimento 29 de janeiro de 2016

    Muito feliz por Deus ter te proporcionado essa mensagem muito edificante!Com toda razão!Devemos buscar conselhos na Sabedoria,o próprio Deus sempre tem muito a nos ensinar e sobretudo nos guiar.Beijos de muita luz!!!

    Responder

  2.    Caêssa Ferreira 29 de janeiro de 2016

    Obrigada Ari, fico feliz que possa servir para a edificação! Realmente, a Sabedoria é Ele, que a todos dá em abundância, basta pedirmos. Muitíssimos beijos de luz no coração!

    Responder