deus category image
16.06.2016

A legítima alegria

Um coração quebrantado que se abre para o mover do Senhor nunca mais voltará ao seu estado inicial, desde que não se feche para esse mesmo maravilhoso mover. Que mover é esse? É a ação sobrenatural do Espírito Santo no mais íntimo do ser, que começa muito antes de confessarmos nossa fé em Cristo, pois é Ele quem nos convence do pecado e que nos move a fazer essa importante escolha.
A primeira ação deste mover sobrenatural dentro de nós é uma explosão de alegria tão forte que precisa ser extrapolada, de maneiras variadas, mas a alegria, essa é indizível, é ilimitada. Se permitirmos a continuidade desta ação, seremos seguidos pela alegria em todos os momentos de nossa vida. Será que isso significa que seremos felizes para sempre como as promessas dos contos de fadas, que nada de ruim nos acontecerá ou que teremos uma vida perfeita e sem dor aqui na terra? Definitivamente não! Significa que a vida com Cristo é árdua, que no mundo teremos aflições, mas que devemos ter bom ânimo, ou seja, persistir e seguir na alegria, pois não estamos nem estaremos mais sozinhos. Essa é uma promessa do próprio Jesus:
   
Essa alegria é o que nos mantém firmes, porque sabemos que ainda que passemos por situações que fujam totalmente do nosso controle e do nosso entendimento, continuam sob o controle do Deus Vivo.
“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” II Coríntios 4:7-9
Notem que Paulo, neste trecho da epístola aos coríntios, em nenhum momento disse que a vida seria um “mar de rosas”, mas deixa bem claro que “em tudo seríamos atribulados, mas não angustiados“. Significa dizer que a todo momento seríamos expostos a situações que poderiam nos deixar atribulados, perplexos, perseguidos ou abatidos, mas que a angústia, o desânimo, o desamparo e a destruição não seriam um estado permanente em nossas vidas. Por isso mesmo é que Paulo nos aconselha em sua carta aos Filipenses:
“Tenham sempre alegria, unidos com o Senhor! Repito: Tenham alegria!” Filipenses 4:4.
Pode até parecer impossível estar alegre em momentos de aflição. Aos olhos humanos realmente é. E quanto mais assumimos que estamos fracos e nos conformamos com essa situação como se ela fosse imutável, seremos facilmente derrotados e vencidos pelos problemas e circunstâncias. Mas se formos olhar de uma forma mais atenta, com os olhos da fé, veremos que ainda na aflição, a alegria permanece acesa em nossos corações como uma chama que luta contra o vento que tenta apagá-la, sem sucesso. E qual é o combustível que mantém a chama da alegria acesa? É a esperança, que só é possível ter quando estamos com os nossos olhos (ouvidos e coração) voltados para Cristo, que é capaz de acalmar até a mais terrível tempestade.
” Levanto os meus olhos para os montes, de onde me virá o socorro?
  O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.” Salmo 121:1-2.
 A legítima alegria brota de um coração quebrantado que se derrama na presença do Senhor e ganha o entendimento de que “a graça do Senhor nos basta”. E essa alegria perpassa qualquer entusiasmo de origem humana, porque não é apenas uma alegria de alma e sim de espírito.
E manter a chama da alegria acesa depende também do nosso empenho em combater a incredulidade, o desânimo e a desconfiança sempre que eles pensarem em esmagar a sua fé. A chama vai se tornando mais intensa , quando, diante de uma situação contrária, você decide confiar em Deus. Cada vez que você afirma dentro de si: “Eu sei em Quem eu creio. Eu sei que não estou desamparado.  Eu sei que o Todo Poderoso está comigo, então não temerei.” Você está permitindo que a alegria do  Senhor invada o seu ser.
 
“Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide;ainda que decepcione o produto da oliveira e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.” Habacuque 3:17-18
Ao contrário do que muitos acreditam, ser cristão não é ser uma pessoa fechada, carrancuda, e que dificilmente dá um sorriso. Muito pelo contrário, como cristãos devemos ser alegres em gratidão ao presente mais valioso que pode existir: uma vida com Deus e a salvação!
“Portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força” Neemias 8:10c
Lembre-se: Cada vez que você escolhe se alegrar no Senhor, Ele se alegra de você e lhe dá força!
 

Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   

  1.    Ariadne Nascimento 16 de junho de 2016

    Nossa Cah!!Precisamos disso sempre!!Que Deus continue te usando imensamente!!!Beijos de luz!

    Responder

  2.    Caêssa Ferreira 16 de junho de 2016

    Beijos de luz, minha amiga! Eu recebo sim, em nome de Jesus! rsrs Que alegria do Senhor possa super abundar em nossos corações e que estejamos sempre dispostas a sermos usadas por Ele!

    Responder