livros category image
13.03.2017

Auggie & Eu

Olá, gente bonita!

A resenha dessa segunda não é bem uma resenha. Vamos falar de um livro que todas as pessoas deveriam ler, independente da idade.

Auggie & Eu reúne três contos de personagens totalmente diferentes, mas que apareceram rapidamente na vida do Auggie em Extraordinário (resenha aqui). Os poucos pontos que convergem entre essas histórias, é que elas tratam sobre diferenças, empatia e amizade.

Todos os contos trazem lições muito importantes para a vida em sociedade e são histórias MUITO emocionantes.

 

 

Nome do Livro: Auggie & Eu
Título Original: Auggie & Me
Autor: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 326
Gênero: Infanto-juvenil
Skoob: Adicione
Onde comprar: Livraria Cultura | Submarino | Lojas Americanas

 

 

No primeiro capítulo, acompanhamos a história da criança “responsável” por iniciar o bullying com Auggie e dar início ao Jogo da Praga, descobrimos as causas dessas atitudes e como ele superou e aprendeu a lidar com as diferenças.

Narra também uma emocionante história que aconteceu com a avó de Julian durante o período nazista.

Palavras-chave do conto: recomeço e gratidão

“— Você acha que ele vai me perdoar?

Ela pensou um pouco.

— Isso é com ele — respondeu. — No fim, mon cher, tudo o que importa é que você se perdoe. Você está aprendendo com seu erro. Como eu aprendi com Tourteau.”

 

 

Plutão é o apelido do Christopher, o primeiro e melhor amigo de August Pullman.

Nesse conto são reveladas as razões pelas quais o Chris e o Auggie deram um tempo na amizade, e mostra como ele se sentia em relação à aparência do amigo quando estavam só os dois, ou quando estavam em lugares públicos.

Quando o Chris se vê pressionado pelos novos amigos do colégio por causa da fisionomia de Auggie, grandes decisões precisarão ser tomadas.

Palavras-chave: superação e reconciliação

“E, quando amigos precisam de nós, fazemos o que podemos para ajudar, certo? Não podemos ser amigos só quando é conveniente para a gente. Boas amizades valem um esforcinho a mais!”

 

 

A história de Charlotte começa diferente das duas anteriores. Aparentemente, ela não tem nenhum preconceito ou medo da desaprovação dos outros.

Ao decorrer do conto, percebemos que Charlotte não fala exageradamente do Auggie porque sabe lidar com as diferenças e isso tem a ver com um “mistério” relacionado a alguém que conheceu ainda no jardim de infância e com a educação que seus pais lhe deram, diferente de Julian, e isso fica bastante explícito nos dois capítulos.

Esse conto ainda inclui duas outras personagens que aparecem em Extraordinário, a Summer e a Ximena (que por sua vez, tem algo para revelar a suas novas amigas).

Palavras-chave: respeito e adaptação

“‘— Só para você saber — começou ele —, ser legal é o primeiro passo para ser gentil. É um belo começo. Estou extremamente orgulhoso de você, Charlotte.’

Talvez ele soubesse disso, talvez não, mas, para alguém como eu, palavras como essas valem todas as medalhas do mundo.”

 


Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   

  1.    Helen Dutra 13 de março de 2017

    Oi, amiga!
    Eu sou apaixonada por Extraordinário e concordo com vc ao dizer que esse livro deveria ser lido por todos.
    História linda e cheio de aprendizados, principalmente sobre amizade e caráter. Eu amo!
    Já cheguei até a ler Plutão, mas bom mesmo é ter essa edição linda reunindo as três histórias. 😉

    Bjos,
    http://helendutra.com

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    Verdade, @amiga! Hahaha

    Beijoos!

    Responder

  2.    Aline Nascimento 13 de março de 2017

    Oi Sa…
    Li Extraordinário recentemente e também fiquei apaixonada, assim que terminei comprei Auggie e Eu mas até agora não li. Ótima dica. Beijos

    Divagando Palavras
    http://www.divagandopalavras.com

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    @Aline Nascimento, você vai gostar muito! É lindo, lindo, lindo <3

    Responder