livros category image
31.01.2017

Resenha: Mentirosos

Olá, gente bonita! Esse livro eu li na época em que o blog estava em manutenção, mas como foi o primeiro suspense que li na vida, precisei agendar uma resenha aqui no blog. Mentirosos é um livro que divide fortes opiniões entre os seus leitores: ou amam ou odeiam. Quer descobrir qual o meu ponto de vista? Continua lendo esse post. ♥     Sinopse: Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence – neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.   Nome do Livro: Mentirosos Título Original:  We Were Liars Autora: E. Lockhart Editora: Seguinte Número de Páginas: 272 Gênero: Suspense / Thriller Psicológico Skoob: Adicione Onde comprar: Amazon | Lojas Americanas | Submarino     Quando postei uma foto no instagram, muitas pessoas comentaram dizendo que amaram profundamente e outras dizendo que não gostaram de jeito nenhum, mas analisando os motivos de alguns não terem gostado, chego a conclusão de que talvez eles não tenham compreendido totalmente o contexto e propósito do livro. A narração em primeira pessoa e as metáforas empregadas pela personagem são totalmente tendenciosas, já que só acompanhamos o ponto de vista da Cadence, que após sofrer um acidente num dos verões que se encontrou com os seus primos e amor na ilha privada dos Sinclair, sofre fortes enxaquecas além da perda de memória e recuperação seletiva da mesma. Tudo que a protagonista fala, deixa o leitor com a dúvida se aquilo é uma metáfora ou se realmente aconteceu:
“Ele colocou a última mala no banco de trás da Mercedes e ligou o motor. Então sacou uma pistola e atirou no meu peito. Eu estava em pé no gramado e caí. O buraco da bala se alargou e meu coração saiu rolando da caixa torácica até o canteiro… Minha mãe me repreendeu. Disse para eu me recompor. Aja como uma pessoa normal, ela disse. Respire e endireite-se. Fiz o que ela pediu… depois fizemos as malas e fomos para a ilha Beechwood”
Depois do acidente, a mãe de Cady não quer que ela retorne à ilha, mas a filha insiste em retornar para voltar a ter contato com os primos e tentar descobrir o que aconteceu no último verão que passaram juntos. Ao encontrá-los descobre que todos os seus familiares foram proibidos de entrar em detalhes sobre o acidente, então ela decide que vai montar esse quebra-cabeça sozinha. Em alguns momentos percebemos a confusão mental de Cadence, mas a autora faz isso de forma bem sutil. O livro conta com várias referências de livros e algumas histórias de “Era Uma Vez” criados pela Cadence — que futuramente percebemos ter algo a ver com tudo que aconteceu em Beechwood— e um final surpreendente e impactante.     Avaliação:   Quotes:
“Ele está certo. Eu quero que as pessoas sintam pena de mim. Eu quero. E depois não quero. Eu quero. E depois não quero.”
 
“Eu, Gat, Johnny e Mirren. Mirren, Gat, Johnny e eu. Estivemos aqui, este verão. E não estivemos aqui. Sim e não.”

Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   

  1.    Rachel 31 de janeiro de 2017

    Sarah, depois da sua resenha eu fiquei mais curiosa pra ler esse livro…rsrs

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    Que bom, @Rachel!
    Vai gostar muito <3

    Responder

  2.    Tainá Brito 31 de janeiro de 2017

    Nossa Sarah que livro! to super curiosa ^—^ já vou colocando aqui na minha listinha de livros que quero ler \\o

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    @Tainá Brito <3

    Responder

  3.    Aline Nascimento 31 de janeiro de 2017

    Oi Sa eu sou da turma que amou, li em 2015 se eu não me engano e foi um dos preferidos do ano, mas já vi bastante resenha de pessoas que realmente não gostou dessa trama, enfim qual seria a graça se todo mundo gostasse das mesmas coisas né? Beijos

    Divagando Palavras
    http://www.divagandopalavras.com

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    Verdade, @Aline Nascimento! <3

    Beijooss

    Responder

  4.    Helen Dutra 31 de janeiro de 2017

    Oi, amiga!
    Eu sou da turma que amou/favoritou/adorou o livro.
    Foi uma das melhores leituras que fiz ano passado!
    E fico muito feliz que vc também tenha gostado.
    Mentirosos é maravilhoso e o mundo precisa saber disso! 😉

    Bjos,
    http://helendutra.com/

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    @Helen Dutra, a gente ralmente tem gostos literários parecidos, né?
    Obrigada pela indicação desse livro maravilhoso <3

    Beijos!

    Responder

  5.    Plínio Batista 31 de janeiro de 2017

    Opa, mais um prinha leitura. Já gostei de tudo dele, sinopse, capa, tuuuudo. Amei sua resenha também né, você escreve muito bem. Parabéns!

    Beijos,
    Plínio | http://www.ocristaocriativo.com

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    Obrigada, @Plínio Batista!!

    Responder

  6.    Ruhh Belle 31 de janeiro de 2017

    Sarah, após a sua resenha, agora estou com medo de me decepcionar com a história :c não curto muito quando a escrita me confunde (se é verdade ou não), porque acaba deixando a leitura arrastada, pelo menos é isso que acontece comigo. Mas, pretendo, um dia, ler esse livro e tirar a dúvida ^~^
    beeijos e amei a cara nova do blog <3
    sucesso.

    Responder

       

    Sarah Nascimento respondeu:

    @Ruhh Belle, acho que vale a pena experimentar. A escrita é bem única e a autora faz essa “confusão” de modo bem elaborado.

    Muito obrigadaaa, é tão bom ler isso – hahaha <3

    Beijoss

    Responder