deus category image
09.02.2016

Uma vida de entrega

Por que algumas pessoas parecem nunca crescer no Senhor? Por que oscilam de uma calamidade para outra, sem jamais conseguir ultrapassar o nível de sobrevivência? Por que raramente, se é que isso chega a ocorrer, experimentam a alegria do Senhor? O progresso espiritual? Um relacionamento mais íntimo com ele? A liberdade para agir na área dos seus talentos? Por que não podem avançar para os propósitos e o destino que Deus tem para elas?
 
 
A resposta, creio, está na palavra “rendição”, ou “entrega”. Essas pessoas não se renderam completamente a Deus. Não tornaram Jesus Cristo o verdadeiro Senhor de sua vida.
Entregar tudo significa dispor-se a dizer:  “Senhor, o que quer que desejes que eu faça, farei. Concordo com qualquer coisa que me pedires, mesmo que isso importe em morrer para mim mesma e para meus anseios. Desistirei das coisas que minha carne deseja a fim de ter mais de ti em minha vida. Irei à igreja mesmo que tenha vontade de ficar em casa. Jejuarei quando sentir ímpetos de comer. Orarei quando preferiria ir para a cama. Lerei a tua Palavra quando desejaria assistir à TV. Ofertarei quando o meu desejo seria gastar o dinheiro comigo. Louvarei e adorarei como minha primeira reação, e não como meu último recurso. Farei tudo o que disseres para que eu possa agradar-te e receber tudo o que tiveres para mim.”
Essa atitude de entrega significa colocar Deus em primeiro lugar e submeter-se a seu governo. Isso faz toda a diferença em nossa vida.
Jesus é Senhor, quer o declaremos quer não. Isso porque “Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2: 9-11). Ele, porém, não é apenas Senhor do universo, é também Senhor de nossa vida. O reconhecimento ou não desse fato determinará o sucesso e a qualidade de nossa vida.
Você se lembra dos antigos filmes de faroeste em que o mocinho, ao prender o bandido, apontava-lhe a arma e dizia: “Mãos para cima!”? O homem mau, então, deixava cair tudo, levantava as mãos e declarava “Desisto”.
Esse é o tipo de rendição que Deus requer. Só que você não é o homem mau, e Deus não lhe está apontando uma arma. Ele lhe está apontando o dedo, não para acusá-la ou embaraçá-la. Aponta para você com amor, como o faria se a escolhesse para a sua equipe. Está dizendo: “Ouça, quero você! Renda-se a mim para que possa dar-lhe tudo o que tenho guardado para você.”
Se deixássemos cair tudo e disséssemos: “Desisto, Senhor. Rendo-me. Toma tudo. Farei o que disseres”, nossa vida melhoraria em todos os aspectos.
Uma vida de entrega, governada inteiramente por Deus, é aquela que pode ser usada poderosamente para os propósitos de seu reino. Deus não quer apenas uma parte de você. Ele quer você por inteiro. Ore para que possa dar a Deus tudo o que ele deseja.
_________________________________
Olá, gente bonita! Esse devocional está na Bíblia da Mulher que Ora, entre Gênesis 41 e 42. Na hora em que li já soube que precisava compartilhar aqui no blog. Muito edificante, não é? Sempre que leio a Bíblia e faço meu devocional, aproveito para cantar louvores ao Senhor, lembrei desse que acho que todo mundo já conhece, mas é muito lindo:

Escrito por:
Sarah Nascimento
Estudante de farmácia, cheia de hobbies, entre eles a leitura. Em 2015 o S de Sarah nasceu. Um espaço para compartilhar várias das minhas paixões.

COMPARTILHE   

  1.    Amanda Hauane 9 de fevereiro de 2016

    Oi linda… Primeira vez por aqui e quero dizer que amei o seu blog, e o seu texto.
    bjss

    Responder

  2.    Novo estilo de vida! 9 de fevereiro de 2016

    Olá parabéns pelo post sábias palavras que veio do Espírito Santo. Que você continue sendo assim um canal de bênçao aqui no seu blog meu parabéns gostei muito do seu post beijos
    http://emagrecendonovoestilodevida.blogspot.com.br/p/culinaria.html

    Responder

  3.    Karen Melissa Pauli 9 de fevereiro de 2016

    Entrega… Mais fácil fazlar que fazer né?
    Eu ando pensando, as grandes entragas são fácies. Difícil é entregar as pequenas coisas que parecem inofensivas no nosso dia-a-dia… Né?

    Enfim, vale a reflexão.

    Beijo querida! Que Deus te abençoe cada dia mais!

    http://www.manualdagarotacrista.com/

    Responder

  4.    Sarah Nascimento 9 de fevereiro de 2016

    Obrigada <3
    Beijoss

    Responder

  5.    Sarah Nascimento 9 de fevereiro de 2016

    Amém amém!!! Obrigada.
    Beijos

    Responder

  6.    Sarah Nascimento 9 de fevereiro de 2016

    Total, Karen. Menos de nós e mais de Deus <3

    Beijos, obrigada!

    Responder